Simpósio atualiza conhecimentos médicos nas áreas de alergia e imunologia

Por Felipe Schwartzhaupt

Em crescimento no Brasil e no mundo, as doenças alérgicas já alcançam 30% da população brasileira, de acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai). Somente a asma, por exemplo, afeta em torno de 20% das crianças e adolescentes no país, o que reforça a importância de capacitação e atualização constantes dos médicos que atuam com esse público.

Com o objetivo de oportunizar essa ampliação de conhecimentos, assim como o de estimular a interação e a troca de informações entre médicos pediatras, estudantes e especialistas, a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS) realizou entre os dias 21 e 22 de outubro o XI ALERGOPED – Simpósio Gaúcho de Alergia Pediátrica, em Caxias do Sul. O evento foi organizado pelo Comitê de Alergia e Imunologia da entidade, presidido pela médica Betina Schmitt, que ressaltou o caráter prático da atividade.

“Com o auxílio inovador de quatro estações práticas, conseguimos mostrar como são feitos os testes alérgicos e diversas situações de orientação ao paciente, como nos usos de dispositivos inalatórios e de adrenalina em episódios de anafilaxia, que ameaçam a vida do paciente”, explicou Schimitt.

Segundo ela, o Simpósio abordou os principais assuntos das doenças alérgicas, desde as respiratórias e cutâneas até as alimentares e as imunodeficiências, mostrando as interfaces de trabalho entre pediatras e especialistas com pneumologistas, gastroenterologistas e dermatologistas.

“O curso funcionou como atualização em alergia pediátrica, tendo uma centralidade nas situações do dia a dia, esse foi o diferencial. É muito importante que o pediatra saiba como manejar os casos dos pacientes e como encaminhá-los a outros profissionais, quando necessário”, disse a médica, salientando a grande presença de público e a alta troca de conhecimentos entre os participantes.

Foto: Divulgação | Fonte: Assessoria
Publicidade

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.